Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2018

Trinta e Dois...sejam bem-vindos

Imagem
Gosto desde dia, desde que me lembro, que gosto de fazer anos. As prioridades ou gostos pelo qual me entusiasmo tanto com este dia, por razões óbvias, têm vindo a alterar-se. 
A questão é simples, gosto de comemorar mais um aniversário, pelo simples facto de o poder comemorar.  Foi um ano que passou, foram 365 dias de novas histórias, aventuras, coisas boas, coisas más, mas que pude vivê-las. Chorar, berrar, gritar, tudo isso faz parte, fica sempre a aprendizagem, mesmo que seja difícil de aceitar.
No entanto, pela primeira vez, este será um aniversário agridoce. É o primeiro ano, em que não terei a oportunidade de comemorar contigo. Foi o primeiro ano, em que não recebi uma mensagem tua avó, logo à meia noite. Passou um mês e meio desde que partiste, e não há dia em que não me lembre de ti e de todas as coisas pelas quais passámos juntas. Foi difícil aceitar, está a ser difícil aceitar. Nada previa que este ano fosse assim. Não me despedi como devia, não disse tudo aquilo que deveri…

Mãe solteira...por quinze dias

Imagem
Sábado, eu e o Francisco regressámos a Portugal, enquanto o Bruno teve que ir para Londres em trabalho.  "São 15 dias, são só 15 dias, 15 dias passam rápido, o que são 15 dias!?!?!" - Isto, sou eu a mentalizar-me para o facto de ter que ficar com o Francisco, 24 sob 24 horas, durante QUINZE DIAS...SOZINHA!!!  É claro que adoro o meu filho, é claro que adoro passar tempo com ele, isso não está em causa. Mas é claro que é extremamente cansativo não ter ajuda em coisa nenhuma. Se já é cansativo ficar apenas durante o dia com ele, a coisa "piora" quando de 8h, passamos para 24h. Sempre me disseram que tive muita sorte com o Francisco, whatever that means, isto porque ele é um miúdo calmo, sossegado, não faz birras, dorme bem, come bem, é sociável, etc.  Tudo isto é verdade, não vou negar, mas ele não deixa de ser um miúdo, um bebé que nem 2 anos tem, portanto, de uma forma ou de outra, dá trabalho. Ele entretém-se bastante sozinho, durante algum tempo, é um facto. Mas…

Haarlem

Imagem
Haarlem, uma pequena cidade que fica a cerca de 20km oeste de Amesterdão, com uma arquitetura e cores muito próprias. Por lá andámos e ficámos encantados. Bem diferente de Amesterdão, faz-nos lembrar uma vila saída de um filme antigo, quase que parece que estamos a atravessar uma vila encantada de tão pitoresca e querida  que é (este ultimo, é o meu lado feminino a falar). Fomos em fevereiro, e estava um frio de rachar apesar do sol, pelo que achamos que não aproveitámos tudo o que aquela pequena cidade tem para oferecer. No entanto, deu para ver alguns dos pontos históricos e percorrer aquelas ruas que tanto nos encantaram.
Com pouco menos de 160.000 mil habitantes, é o maior centro de comércio de túlipas, a tão famosa flor holandesa. Mas não é só de flores que vive, é também um local conhecido pela sua produção de cerveja, tendo mais de 100 cervejarias locais. #soundsgreat
Fomos de comboio desde a Central Station de Amesterdão, a viagem demora cerca de 15 a 20 minutos. Tal como Ame…

Emigrante

Imagem
Ser emigrante, inevitavelmente, faz-nos ter uma perspetiva da vida, diferente. Faz-nos olhar para o que é nosso e para os nossos, com outros olhos e essencialmente com outro coração. Tudo o que acontece, sentimos em dose dupla, seja a saudade, o amor, a tristeza, a alegria entre tantas outras. Todas estas emoções, ganham uma dimensão diferente da, que até então, nos habituámos a sentir. A saudade é sem dúvida a emoção que mais nos atinge, seja ela, pelos familiares ou amigos, ou até pelos cheiros, aromas e sabores. São saudades que se intensificam e nos fazem querer reviver todos esses momentos. Faz-nos querer estar mais presentes, faz-nos querer falar, e principalmente, faz-nos querer dizer coisas que na maioria das vezes ignoramos.  Faz-nos querer dizer um simples gosto de ti, tenho saudades tuas.
Somos uma família de emigrantes, porque assim o quisemos. Não vejam este texto, como uma lamentação, muito pelo contrário. Saímos do nosso Portugal, pelo qual temos uma paixão imensa, e d…

Creche..a primeira visita

Imagem
É mentira quando digo que fizemos a primeira visita a creches, já o tínhamos feito em Portugal, até antes do Francisco nascer. Sempre me disseram que, se o queria pôr numa determinada creche, que as fosse ver e fazer a pré-inscrição ainda grávida, e assim foi. Visitei algumas nessa fase e até depois dele nascer, na altura estava a iniciar a minha empresa, mas não descartava a hipótese de ir trabalhar, novamente, por conta de outrem, se assim tivesse que ser. O dinheirinho faz falta, sempre fez, então depois de ter filhos, as contas aumentam, portanto é bom que nos façamos à vida. Comecei pelas IPSS, devo ter ido a umas 4 ou 5, e embora preenchesse os requisitos necessários, o Francisco não foi aceite em nenhuma. Vá se lá saber porquê...
Enfim, o meu negócio foi crescendo e deixei de ter a necessidade de ir trabalhar para outro lado. Como estava em casa, não tinha a obrigatoriedade de o colocar numa creche, podia perfeitamente ficar comigo.  Antes de sermos mães, dizemos um monte de p…

Feliz dia, Mãe

Imagem
Hoje, faço esta publicação, porque se definiu que hoje, seria o Dia da Mãe. No entanto, podia partilhar este texto numa qualquer outra altura, ou até mesmo, todos os dias. Não acho que se deva comemorar apenas uma vez, e também não acho que se deva comemorar o simples facto de se "ser mãe". Ter este titulo é fácil, ou será sem dúvida o mais fácil, o difícil é mesmo SER Mãe, com tudo o que isso implica.

É o "trabalho" mais difícil que existe, mais cansativo, mais angustiante, mais enervante, mais caótico, aquele que por vezes nos tira do sério, nos faz questionar sobre tudo, que nos muda completamente as prioridades, que nos faz ver a vida de maneira diferente, que nos dá as maiores alegrias de sempre, que nos proporciona os momentos mais felizes da nossa vida, que nos faz amar de uma forma nunca antes sentida, que nos põe à prova constantemente.

Dos muitos sonhos, que sempre quis concretizar, este foi sempre o maior de todos. Sempre quis ser Mãe, sempre achei que …