Mãe solteira...por quinze dias


Sábado, eu e o Francisco regressámos a Portugal, enquanto o Bruno teve que ir para Londres em trabalho. 
"São 15 dias, são só 15 dias, 15 dias passam rápido, o que são 15 dias!?!?!" - Isto, sou eu a mentalizar-me para o facto de ter que ficar com o Francisco, 24 sob 24 horas, durante QUINZE DIAS...SOZINHA!!! 
É claro que adoro o meu filho, é claro que adoro passar tempo com ele, isso não está em causa. Mas é claro que é extremamente cansativo não ter ajuda em coisa nenhuma.
Se já é cansativo ficar apenas durante o dia com ele, a coisa "piora" quando de 8h, passamos para 24h.
Sempre me disseram que tive muita sorte com o Francisco, whatever that means, isto porque ele é um miúdo calmo, sossegado, não faz birras, dorme bem, come bem, é sociável, etc. 
Tudo isto é verdade, não vou negar, mas ele não deixa de ser um miúdo, um bebé que nem 2 anos tem, portanto, de uma forma ou de outra, dá trabalho.
Ele entretém-se bastante sozinho, durante algum tempo, é um facto. Mas já pararam para pensar porque é que é assim?? Eu trabalho de casa, como sabem, e preciso mesmo de ir conseguindo trabalhar durante o dia, nem que seja aos bochechos, desde cedo que o habituei a isto, a estar no mesmo espaço que eu, mas a entreter-se sozinho com as coisas dele. Como podem imaginar, não posso, nem consigo, ficar o dia todo a brincar com ele e com o seus brinquedos. 
Faz umas sestas ótimas, entre duas a três horas, maravilha, aqui sim dedico-me em força ao meu trabalho ou às coisas que tenho para fazer, depois quando acorda, também me sinto culpada se não lhe ligar um bocadinho. Não o faço porque tenho que o fazer, faço-o, obviamente, por gosto.
Come maravilhosamente, na hora das refeições, não preciso de estar a fazer macacadas para o entreter, não precisa de estar com o tablet ou tv à frente para se distrair e comer, não condeno quem o faça, o meu miúdo, pura e simplesmente, gosta de comer, por ele passava o dia todo a petiscar.
Adora tomar banho, o filme é só para sair da banheira e mesmo assim, basta fazer umas macadas ao espelho, que passa.
Para ir dormir, seja sesta ou à noite, é simplesmente um anjo, deito-o na cama, aconchego-o, "falamos" um bocadinho, dou-lhe um beijinho, digo-lhe que agora é hora de fazer ohoh e vou-me embora. E ele fica, nem ai nem ui, adormece sozinho e lá nos voltamos a encontrar 11 ou 12h depois. Não é um sonho???
A parte mais "trabalhosa" acreditem ou não, é mudar a fralda. Pode estar com um cocó fedorento ou com a fralda cheeeeeia de xixi, mas o parar 5 minutos para ir mudá-lo é um tormento. Parece que lhe estou a tirar o bem mais precioso. Enfim, se quiserem perceber como é mudar a fralda ao Francisco, arranjem um polvo vivo, deitem-no e tentem por-lhe uma fralda.
Muitos devem estar a pensar, então porque é que ela se está a queixar??!!
Primeiro, não me estou a queixar, estou apenas a desabafar.
Segundo, tudo isto é maravilhoso, mas não deixa de dar trabalho.
Dar-lhe banho, lavar o dentes, vesti-lo, mudar as fraldas, fazer as refeições, dar as refeições, pô-lo a dormir, brincar com ele, dar-lhe atenção, adverti-lo, isto tudo durante uma série de dias, e volto a referir, durante 24 sob 24 horas, e reforço, sozinha, é dose!!! Oh se é!!!
Não vai vir mal nenhum ao mundo, não vou morrer.
Talvez (de certeza) vá andar com menos energia e paciência e talvez (de certeza) vá precisar mais vezes de um copo de vinho quando ele se for deitar.
"São 15 dias, são só 15 dias, 15 dias passam rápido, o que são 15 dias!?!?!"
Venham eles!! Estamos preparados. Qualquer coisa, eu tenho os telefones e sei onde moram muitos do meus "leitores" portanto, qualquer coisa, estamos "aí à porta"!! 



Comentários

  1. Olá! Experimenta meter um espelho ao pé do muda fraldas :) connosco resultou muito bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Xica! :) Em Amesterdão o muda fraldas está ao pé do armário dele e as portas são espelho, com ele não resulta, só muito de vez em quando. :/

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

1 ano..o rescaldo

Adultos precisam-se

Escapadinha de 3 dias - A começar por Bruges