Fim de semana pela Holanda (parte 2) - Zaanse Schans

Continuando então a falar sobre os recantos que vamos descobrindo por esta maravilhosa Holanda, segue agora a segunda parte do nosso fim de semana fantástico. Se ainda não leram a primeira parte, podem fazê-lo aqui.

No domingo o plano era ir visitar os moinhos, parte emblemática também da Holanda. A zona escolhida foi Zaanse Schans, situada na cidade de Zaandam que fica a 22 kms de Amesterdão.
Podem apanhar o comboio desde a estação central, em direção a Uitgeest e saem na estação de Zaanse Schans, dura cerca de 20 minutos, depois ou andam a pé mais uns 20 minutos, ou levam as bicicletas e fazem este trajeto.
Há 5 anos quando cá estivemos de férias, foi o que fizemos, levámos as bicicletas que tínhamos alugado na altura, mas desta vez decidimos ir de carro já que o tínhamos alugado para o fim de semana, escusado será dizer que, é mais prático e principalmente para quem está com crianças.
Outra maneira, é irem de autocarro que para mesmo na vila.

Da primeira vez que fomos, foi em Abril e estava um frio de rachar, portanto, juntem este ingrediente ao vento que (como devem calcular) se faz sentir naquela zona, e rapidamente ficam a perceber que por mais encantador que seja o local, toda a visita é feita entre bater o dente, comer cabelos e tentar ver alguma coisa. Não tínhamos filhos na altura, portanto não foi problemático. Hoje em dia, sabendo o que sei, está fora de questão voltar àquele lá com aquelas condições meteorológicas.
No entanto, neste fim de semana, exatamente dia 1 de Julho, fomos lá novamente, desta vez com o Francisco e com a minha mãe, a visita não poderia ter corrido melhor.
Estavam perto de 30 graus, portanto o vento até ajudou a amenizar o calor, mas também não estava a ventania que apanhámos da primeira vez. 
Portanto, se quiserem ir visitar este local e principalmente se forem com crianças, façam-no numa altura em que esteja bom tempo.

Posto isto, vamos lá ao que interessa.
Primeiro que tudo, é um sítio ótimo para levar crianças, como poderão ver pelas imagens. Eles podem andar à vontade, há animais, restaurantes (portanto não passam fome), e lá está, os maravilhosos moinhos que os deixam encantados.



Esta famosa vila, a mais popular da Holanda, mantém os seus moinhos originais, reproduzindo as vilas holandesas dos séculos XVIII e XIX. É um espaço que está cheio de lojinhas, uma fábrica de queijos, entre outras atrações que está muito voltado para o turismo, no entanto há quem lá more, mesmo dentro da vila, em casinhas muito típicas, e muito giras mesmo. Umas autênticas casinhas de bonecas.






Ao longo de toda a vila, podem ver-se as casinhas verdes onde estão localizados os restaurantes, lojas, pequenos museus temáticos, vale a pena entrar.




Como já tinha falado em cima, podem visitar a fábrica de queijos, aprender como se fazem, visitar o museu, e depois comprar alguns e até outras iguarias na loja.






Quando saem da fábrica/loja, tem um espaço com animais, que escusado será dizer, o Francisco delirou. Chamou, tocou, riu-se, estava deliciado! 




Entre outras atrações, têm também a loja das Socas, onde mostram como se fazem, e até podem comprar umas e personalizar.


Nós comprámos esta
Além das belas paisagens, o que atrai mesmo, são os moinhos, como é óbvio. No total são 11, sendo que 6 estão abertos ao público. Em alguns deles é necessário pagar para entrar, e os horários e custo de cada um varia, pelo que se devem informar no local.


Uma forma de complementar a visita, é fazendo um passeio de barco pelo Rio Zaan, se bem que estes só estão disponíveis de Abril a Setembro. Podem escolher entre 25 ou 45 minutos, nós escolhemos o de 25 minutos, pois passa por todas atrações essenciais, já o mais longo, vai até à zona industrial (fábricas) e a nós não nos interessava. É um belo passeio de barco onde se tem outra perspectiva da vila, o Francisco adorou andar com os cabelos ao vento.







A vila está aberta todo ano, a entrada é gratuita e a maior parte das atrações está aberta da 9h às 17h, excepto o passeio de barco que só está disponível na primavera e verão.

Imagino que tenham ficado encantados com as fotos, acreditem que ao vivo é tudo muito mais pitoresco. Vale a pena visitar Zaanse Schans.

Beijinhos

Comentários

Mensagens populares deste blogue

1 ano..o rescaldo

Adultos precisam-se

Escapadinha de 3 dias - A começar por Bruges